JULGAMENTO HISTÓRICO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL EM 01.12.2011

CLIQUE NOS LINKS PARA ASSISTIR O JULGAMENTO HISTÓRICO DE 01.12.2011

ESTAMOS DISPONIBILIZANDO OS LINKS DO YOU TUBE ENVIADOS PELO PROF. MANOEL AZEVEDO. É SÓ CLICAR E VERÁ OS VÁRIOS MOMENTOS DAQUELE HISTÓRICO JULGAMENTO.

Abaixo, respectivamente, estão os endereços no youtube das partes 1 de 5, 2 de 5, 3 de 5, 4 de 5 e 5 de 5 do vídeo do julgamento histórico no STF.

http://www.youtube.com/watch?v=w4DHkYcKpoo
http://www.youtube.com/watch?v=rRE6L0fu4Ks
http://www.youtube.com/watch?v=gQzH1FNS5Sg
http://www.youtube.com/watch?v=8FqTJqKrjww
http://www.youtube.com/watch?v=z1UKoALstcI

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

CNJ FAZ AUDITORIA NO CEARÁ E PROMOVE AUDIÊNCIA PÚBLICA


EDIÇÃO DE HOJE, QUARTA FEIRA, DIA 02 DE SETEMBRO DE 2009

QUERIDOS AMIGOS, QUERIDAS AMIGAS

Recebemos do prof. Celio Andrade o e-mail:

Prezado Prof.Gilberto Telmo,

Transcrevo a seguir, trecho de um matéria veiculada hoje, di 16/AGO/2009, no jornal O Povo: "Um dos pontos altos da missão do CNJ ocorrerá no dia 3 de SETEMBRO, quando será realizada audiência pública no Tribunal de Justiça do Ceará. A população poderá manifestar insatisfações, denúncias e sugestões – tanto de interesse público quanto particular. 'Serão montados escaninhos onde as pessoas vão poder registrar seus problemas. Toda a sociedade civil vai poder participar', afirmou um dos assessores do CNJ." (sic).

Que tal o SINDESP se pronunciar sobre o nosso caso quando desta audiência ?!

Acho que seria prudente!

Prof. Célio Andrade

Na verdade, tanto no site do CNJ quanto no site do Tribunal de Justiça do Ceará está anunciada uma audiência pública para amanhã às 13:30 h no Auditório do Tribunal de Justiça do Ceará.
Comentário do blog: Prezado prof. Célio Andrade e prezados amigos:

Não só achamos prudente mas, também oportuno que uma pequena representação de professores, capitaneada pelo SINDESP e formada por alguém que detenha conhecimento jurídico deveria comparecer à audiência.
Se não fosse possível uma intervenção verbal, poderia acontecer uma abordagem ao ministro Corregedor ao qual seria feita uma exposição sucinta de nosso processo, das intervenções procrastinatórias do governo do Estado e uma única pergunta:
-O que fazer?
Na nossa opinião o SINDESP seria a rpresentação mais apropriada até porque detém a legitimidade para tal mandado. Tentamos, na manhã de hoje, contatos com o presidente Luis Boaventura, através do celular. Não logramos êxito. Estamos consultando colegas desde ontem e não obtivemos apoio para nossa ida sem o SINDESP e sem um interlocutor que dominasse minimamente o conhecimento jurídico. Achamos temerário levar como bagagem para o forum de debates apenas a nossa indignação.
Diante do exposto, ouvindo as prudentes ponderações dos mais sensatos, registramos aqui, para maior clareza, as explicações que temos para a nossa não participação no evento.
Serviço:

Segundo o juiz Ricardo Cunha Chimenti, a população também pode contribuir com o trabalho de inspeção que está sendo feito no Poder Judiciário do Estado. Na próxima quarta-feira (02/09), interessados em expor questões de interesse coletivo, relativas à Justiça cearense, poderão se inscrever para participar de audiência pública a ser realizada na quinta-feira (03/09), no auditório do TJCE.O evento acontecerá a partir das 13h30min, e terá à frente o ministro Gilson Dipp, do CNJ. As inscrições para a audiência poderão ser feitas nos turnos da manhã e da tarde (das 9h às 12h e das 14h às 18h) na recepção do próprio auditório.

3 comentários:

Anônimo disse...

Prof Telmo,bom dia!!
Hoje foi registrado um movimento no site da quarta vara e consta o nome de um advogado. Será mais uma obra dos artífices do governo?
Um bom final de semana e ´saúde.

Gilberto Telmo disse...

Prezado amigo
É muito comum algumas pessoas entrarem com petições junto á quarta vara. Às vezes são professores que estão fora do processo e pedem a inclusão.
Há poucos dias um colega dirigiu petição ao governo do Estado para a imediata reimplantação do piso salarial invocando o estatuto do idoso. Na quarta vara prossegue a execução, mas está condicionada ao julgamento do TRT (no Pleno) que ainda não ocorreu. Vamos aguardar mais um pouco. A dra. Glayddes Sindeaux está muito esperançosa. Isso é um bom sinal.

Prof. Zé Nilton disse...

Prof. Delmo.
Acho que este presidente vitalício do Sindesp, o Boaventura, já passou de todos os limites do bom senso. Eu vou iniciar aqui na Urca uma campanha para destroná-lo da direção do Sindesp. Acho que ele perdeu o senso e o ciso perante a defesa da classe ante os desfeitos de todos os governos. Chega ! Abaixo essa sacanagem do Boaventura para com os professores que acreditam.